Nova Cartografia Social Da Amazônia

CERÂMICA DE MANACAPURU: A TRADIÇÃO NAS MÃOS DE RAUNIERY PINHEIRO


O Projeto “Centro de Ciências e Saberes: Experiência de Criação de Museus Vivos na Afirmação de Saberes e Fazeres Representativos dos Povos e Comunidades Tradicionais (CCS)” realizou junto ao Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia (PNCSA) um documentário videográfico, produzido em Manacapuru (AM), no ano de 2016, intitulado Cerâmica de Manacapuru: a tradição nas mãos de Rauniery Pinheiro (cf. CPB n. B17-004020-00000-Ancine), de autoria de Murana Arenillas Oliveira com a colaboração e participação de Rauniery Pinheiro e Pedro Henrique Mariosa. Cabe aqui ressaltar o esforço despendido por Rauniery e familiares na realização e organização da exibição deste Documentário.

Essa iniciativa faz parte das atividades desenvolvidas pelo Projeto CCS, que realiza um esforço, feito em parceria, para instituir espaços sociais para a divulgação e conservação da memória social de povos indígenas, quilombolas, ribeirinhos, quebradeiras de coco babaçu, seringueiros, castanheiros e povos extrativistas.

Realizado no ponto de exibição denominado Helósia Pinheiro Artes, em Manacapuru (AM), o contato com o ceramista iniciou-se em 2013, como trabalho de pesquisa de graduação, permitindo o diálogo e a elaboração do documentário mencionado.

No dia 09 de fevereiro de 2018, data comemorativa do aniversário de Rauniery Pinheiro, este Documentário foi exibido em Manacapuru, na residência da família e assistido por familiares e amigos.

Documentário Cerâmica de Manacapuru: a tradição nas mãos de Rauniery Pinheiro em exibição no dia 09 de fevereiro de 2018 em Manacapuru (AM). Fotografia – Rauniery Pinheiro.

Da esquerda para direita: Irmã de Rauniery (Cleini), Mãe de Rauniery (Helósia Pinheiro) e Rauniery Pinheiro (em destaque de camisa amarela), assistindo o Documentário Documentário Cerâmica de Manacapuru: a tradição nas mãos de Rauniery Pinheiro.


Informação Técnica elaborada pela pesquisadora do PNCSA/Centro de Ciências e Saberes e mestranda do PPGICH-UEA. MURANA ARENILLAS.

Assita o documentário abaixo.

Artigo anteriorEdital de Processo Seletivo 2018 para ingresso no Mestrado em Cartografia Social e Política da Amazônia - PPGCSPA Próximo artigoLançamento de Livro